bella_1

PERFIL

“Mulher, você pode ser o que quiser”

Isabella de Roldão (PDT) é a primeira mulher eleita a ocupar o cargo de vice-prefeita do Recife, após vencer as eleições de 2020 junto a João Campos (PSB). Tem como missão servir às cidadãs e aos cidadãos do Recife, com o propósito de contribuir para a promoção da igualdade e da transformação social a partir da educação e do desenvolvimento sustentável.

É advogada, professora, estudante de nutrição e liderança política por vocação. Foi Presidente do Partido Democrático Trabalhista do Recife (PDT) e da Ação da Mulher Trabalhista (AMT).

Entre 2013 e 2016, atuou como vereadora na Câmara Municipal do Recife. De fevereiro de 2019 a abril de 2020, comandou a Secretaria de Habitação do Recife, implantando o conceito de habitabilidade em residenciais da cidade, através de programas como o Pertencer – Espaço de Convivência, Autoconstrução e Parceria na Sua Casa.

Na Vice-Prefeitura, é a Coordenadora Estratégica de Projetos, Parcerias e Intercâmbios na área de Relações Internacionais. Também foi nomeada embaixadora para a América do Sul da Cities Climate Finance Leadership Alliance, coalizão global de entidades dedicadas ao urbanismo sustentável, com foco no financiamento de ações climáticas e de infraestrutura resiliente de baixo carbono em cidades de todo o mundo.

Sempre comprometida em inserir o Recife nas pautas de relevância global, Isabella trabalha integrada às secretarias da gestão, sobretudo em projetos voltados à educação e primeira infância, protagonismo da juventude, sustentabilidade, mobilidade urbana e empoderamento feminino.

Notícias

Pertencer

Como surgiu?

De um rabisco, durante reunião do Comitê Gestor Intersetorial de Políticas para Primeira Infância, até a materialização de um ideal de empoderamento feminino e cuidados com as crianças, o Pertencer – Espaço de Convivência tomou forma após uma visão inovadora da então Secretária de Habitação da Cidade do Recife, Isabella de Roldão

Com preocupações para além da construção de moradias, o Pertencer introduziu o conceito de “habitabilidade” e, em parceria com a Secretaria de Educação, passou a enxergar a possibilidade de mudar a realidade de mulheres, crianças e suas comunidades por meio de ações voltadas à escolarização, profissionalização, geração de renda, desenvolvimento infantil e estímulo ao pertencimento e reconhecimento da comunidade local e seu entorno. Nessa conjuntura, o Espaço de Conivência foi acolhido pelo Prefeito Geraldo Júlio, sendo incluído em um Programa Municipal intitulado “Chegando Junto” com objetivo de promover ações nas áreas de assistência e apoio à geração de renda. 

Atualmente, o Pertencer está implantado nos Conjuntos Habitacionais Padre Miguel, Travessa do Gusmão e Abençoada por Deus; e na comunidade de Caranguejo Tabaiares na Cidade do Recife. Contudo, já estão previstas novas unidades do projeto nas comunidades de Jardim Monte Verde, Sítio Grande e Via Mangue II.

Como é o Projeto?

O Pertencer – Espaço de Convivência está alinhado com os Três Princípios de Design Baseados na Ciência para Ajudar Crianças e Famílias. Isso porque, ao capacitar as colaboradoras no curso de brinquedista, ao realizar formação complementar para apropriação de conceitos básicos ligados a neurociência, desenvolvimento na primeira infância e utilização da “caixa mágica” e ao adequar o espaço voltado para o atendimento de crianças na primeira infância, estaremos garantindo um ambiente de convivência acolhedor, estável, estimulante e com relacionamentos responsivos, que além de potencializar o desenvolvimento das crianças atendidas, reduz fatores que levam ao estresse tóxico como maus tratos, abandono, violência familiar, pobreza e desnutrição. O Projeto contribui, ainda, para o fortalecimento das competências essenciais para a vida já que as diversas atividades (caixa mágica) e brincadeiras serão direcionadas para o estímulo dessas competências.

Os espaços de convivência são locais versáteis e moldáveis a realidade local, podendo ser implantados próximos ou dentro das comunidades (bairros, habitacionais, Zonas Especiais de Interesse Social, ocupações desordenadas, equipamentos públicos, Centros Comunitários da Paz (Compaz), associações, conselhos, etc.), com objetivo de disseminar o conhecimento adquirido pelas colaboradoras para estimular o desenvolvimento motor, cognitivo e a interação social de crianças entre 6 meses e 6 anos de idade.

Play Video
Play Video

FALA BELLA

@isabelladeroldao

DIÁRIO DE UMA MULHER NO MUNDO

Contato

Faça parte do nosso time!

Insira seu número de WhatsApp e fique por dentro da agenda de Isabella de Roldão

Por GTall | © 2020 Isabella de Roldão