Nena Queiroga e Sri Sri Ravi Shankar recebem homenagem de Isabella de Roldão

Em uma única reunião solene na Câmara Municipal do Recife, o mundo artístico e a ideologia da paz foram destaques através do reconhecimento ao trabalho desenvolvido por duas personalidades distintas. A cantora e compositora Nena Queiroga recebeu o Título de Cidadã do Recife e o líder humanitário Sri Sri Ravi Shankar, representado por Iberé Matias, a medalha de Mérito José Mariano. As homenagens ocorreram na manhã desta quarta-feira, 14, numa iniciativa da vereadora Isabella de Roldão (PDT).

A parlamentar explicou a sua ideia em juntar as duas personalidades, dizendo que “a energia transformadora e revolucionária do bem, tem tudo a ver  com o trabalho de uma pessoa que busca o bem, através da  música”. Aproveitou o momento e narrou a sua experiência pessoal com a Arte de Viver – Organização Internacional fundada por Sri Sri Ravi Shankar. “Conheci a  entidade através de convite para um curso de cinco dias. Dentre os resultados, uma maior consciência corporal para ter mais saúde, disposição e deixei de comer carne vermelha”. Ela é autora do projeto de lei  que prevê a segunda-feira  sem carne nas escolas públicas municipais.

Em seguida, Isabella de Roldão entregou a maior comenda do legislativo municipal, a Medalha de Mérito José Mariano,  ao instrutor da Organização Internacional Arte de Viver, Iberé Matias. Ele agradeceu a honraria em nome do líder Sri Sri Ravi Shankar e falou sobre a vida do homenageado a quem chama de guruji, e que chegará ao Recife nesta quinta-feira, após passar por Brasília e seguindo para Salvador e Rio de Janeiro.

“Em mais de 150 países ele está presente. A força e o entusiasmo que são movidos por Sri Sri,  recebemos através de cursos, com o objetivo de  criar  uma sociedade livre de estresse, um corpo livre de doenças, uma memória livre de traumas e uma alma livre de tristeza”, disse Iberé Matias. Ele agradeceu por participar da entidade que desenvolve programas em comunidades pobres e em presídios. “Levamos técnicas de respiração, meditação e  yoga. A paz universal é o único propósito de Sri Sri”.

Por isso, disse ele, o líder humanitário trabalha há mais de um ano para eliminar a violência na Colômbia, praticada pelo grupo guerrilheiro Farc. “A busca é fazer brotar nos corações o carinho pela vida, com base no respeito aos valores humanos”. Ao final do seu discurso, Iberé Matias fez um exercício de meditação com todos os presentes no plenário.

A cidadã recifense Nena Queiroga – Nascida em uma família de músicos no mês de junho de 1967, no bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro, a cantora e compositora Nena Queiroga é a mais nova cidadã do Recife. A vereadora Isabella de Roldão, destacou que “falar de Nena é falar de uma amiga de mais de 20 anos. A  música nos uniu. Ela compartilha de muitas fases de minha vida”. Detalhou a importância desta amizade, revelada na presença constante e na força dos momentos compartilhados, a exemplo do nascimento de seus dois filhos. “Ela estava comigo também no nascimento de minha filha mais nova, que nasceu de parto natural”.

Antes de entregar o Título de Cidadã, a vereadora afirmou ainda que dentre as características que a une a Nena Queiroga, está o  servir. “O bem social é um dever de todas e todos. Um entendimento de que nós somos parte desse processo e a nossa relação de amizade tem em comum o amor pelo próximo”. Quebrando o protocolo da solenidade, a parlamentar convidou  a cantora Ilana Queiroga, filha da homenageada, para ocupar a tribuna. Ela ressaltou que  todo o orgulho que sente em viver no  Recife foi transmitido por sua mãe. Não só no trabalho, mas no dia a dia, no seu jeito de viver. “Ela já é cidadã do Recife há muito tempo e sempre acredita no melhor  para esta cidade”.

A cantora e compositora Nena Queiroga agradeceu o destaque, as palavras de carinho recebidas  e citou um pouco o trabalho voluntário que desenvolve. “Aprendi com o cantor Nando Cordel  logo cedo, que é preciso melhorar o micro mundo, para mudar o macro mundo”. Então, descreveu sua vinda ainda pequena para o Recife, com sua mãe e seus seis irmãos. Filha de mãe cantora e pai radialista, viveu  sempre no universo artístico. “Eu cresci na Rádio Clube e no Teatro Santa Isabel. Cresci embaixo do piano da Rosemblit”

Agradeceu aos que acompanham a trajetória de sua vida e carreira, aos amigos artistas presentes ao evento e aos fãs. Nena Queiroga retribuiu o carinho e o respeito recebido da vereadora Isabella de Roldão e citou momentos em que conviveu com a parlamentar. “Ela me ensinou a olhar a política e a cidade  para cuidar das pessoas”.  Encerrou cantando à capela versos de sua canção “Recifense”: Eu adoro a minha cidade/ Tudo nela a mim pertence/ Com orgulho e sinceridade/ Modéstia à parte/ Sou recifense”.

A reunião solene foi presidida pelo vereador Eduardo Marques(PTB ) e teve início com a apresentação de atores da  Escola Pernambucana de Circo.

Deixe uma resposta