LIVE: “Dia a dia com os bebês na quarentena”

No dia 27 de Maio, a advogada e ex Secretária de Habitação do Recife, Isabella de Roldão, participou da live “Dia a Dia com bebês na Quarentena” à convite do Secretário Executivo da Primeira Infância do Recife, Rogério Morais. O encontro virtual pegou carona na VI Semana do Bebê da PCR, que este ano, teve um formato totalmente online. No Bate-papo, que aconteceu no perfil do instagram de Rogério Morais, foram debatidos assuntos relacionados ao momento que estamos vivendo, devido a pandemia do novo coronavírus, a oportunidade de ficar mais perto dos filhos e os os aprendizados durante o período de isolamento social.

Segundo Isabella de Roldão, mãe de dois adolescentes, Luca e Cléo, e de uma bebê, Nina, os dias sempre têm sido de gratas e desafiantes surpresas. “Estamos vivendo um momento muito diferente de tudo o que imaginamos. E sabemos que não tá fácil pra ninguém! Tem sido muito difícil conciliar trabalho e o cuidado com os filhos, ainda mais com idades e rotinas tão distintas”, avalia.

Isabella de Roldão, ainda afirma que o isolamento social trouxe uma rotina de transformação e que pode ser encarada como uma oportunidade para ficar mais perto dos filhos. “Estar presente no dia a dia e no aprendizado diário é poder trazer para dentro de cada um de nós um jeito novo de criar vínculos e memórias em família”, afirma a ex secretária de Habitação do município.

Rogério, pai de primeira viagem da bebezinha Joana, ressaltou a importância de estar presente nesses primeiros meses de sua filha e dividir junto a sua esposa os cuidados com Joana . “Estou me revezando com minha esposa tanto com nossa filha quanto nas tarefas domésticas. Confesso que estou gostando de estar perto delas”, diz.

A live, que durou uma hora, deixou claro que o momento é de se permitir trazer uma postura de acolhimento e ensinamentos para as crias. E assim construir novos valores para um mundo melhor e ainda mais sólidos dentro do lar. “As dificuldades são muitas e aqui em casa funcionamos como um time. Um ajuda o outro. Enquanto os mais velhos assistem aula, me divido com meu marido nos cuidados com a casa e Nina. Já quando estou em alguma reunião virtual, os meninos é que cuidam da pequena. E por aí vai….”, divertir-se Isabella com seu relato.

Ficou claro que é possível se adaptar às mudanças e que é possível ver o momento com bons olhos. “São novas oportunidades de criar conexões dentro e fora de casa. Apesar das incertezas, o período nos faz refletir sobre o tempo que temos dedicado aos nosso lar e filhos. Estamos lançando um novo olhar sobre nossos valores, ensinamentos e aprendizados”, finalizou ela.

Deixe uma resposta